• O SISTEMA RELIGIOSO DE RUDOLF AUCKEN:

    Por: Juliana Vannucchi O filósofo alemão Rudolf Eucken, dedica a parte inicial de sua obra magma “O Sentido e o Valor da Vida” (1908), para refletir sobre o sistema religioso. Tal reflexão é parte de um capítulo intitulado “Os Antigos Sistemas de Vida”, no qual também é analisado o sistema de vida provindo do Idealismo

  • FUTURISMO e TECNOLOGIA:

      Por: Juliana Vannucchi   Colaboração: Diego Silva – Collector Diariamente, ao redor do mundo, o uso da tecnologia no cotidiano do ser humano aumenta de alguma forma, e a interação entre homem e máquina, consequentemente, torna-se cada vez mais estreita. Um dos inúmeros efeitos produzidos por esse fato, são as diversificadas reflexões de cunho

  • A ÁRVORE DO CONHECIMENTO:

    Por: João Felipe Arruda A filosofia surgiu com o propósito de explicar o mundo de forma racional. Para isso, tentou construir uma explicação descartando todo discurso mitológico acerca da origem do mundo. Mas nesse ponto, manifestou-se um problema: a realidade não se deixa limitar pela linguagem racional. O nascimento da filosofia aconteceu em uma cultura

  • PUNK ROCK – UMA SINGELA E SINCERA HOMENAGEM:

    Produção: Juliana Vannucchi e Gabriel Casagrande Colaboração e agradecimentos: Gabriel Marinho, Dennis Sinned, Emerson Abreu, Reinaldo Carlos, Thiago Halleck, Karolina Escarlatina e Zaf EO e Festival Woodgothic Brasil. INTRODUÇÃO: Durante meados dos anos setenta, o mundo se deparou com o embrião e desenvolvimento de uma expressão cultural provinda dos subúrbios de Nova York e de

  • MATRIX e o MITO DA CAVERNA:

    Por: Juliana Vannucchi e Alessandro Olivieri “O que é real? Como você define o ‘real’? Se você está falando sobre o que você pode sentir, o que você pode cheirar, o que você pode saborear e ver, o real são simplesmente sinais elétricos interpretados pelo seu cérebro”. (Morpheus). Matrix é um filme de grande sucesso,

  • MORAL DOS SENHORES E MORAL DOS ESCRAVOS:

    Por: Alessandro Olivieri Em outro texto postado anteriormente em nosso site, no qual foi explorado o conceito de Vontade nos pensamentos de Schopenhauer e Nietzsche, abordamos como tópico principal, a questão da luta inevitável que compõe o mundo e mostramos que o homem, como parte deste cenário, inevitavelmente também faz parte desta habitual luta. Dentro

  • O CONCEITO DE VONTADE NAS FILOSOFIAS DE A. SCHOPENHAUER E F. NIETZSCHE:

       Por: Alessandro Olivieri e Juliana Vannucchi Este texto busca apresentar as bases conceituais da Vontade, termo de imensa relevância nos contextos filosóficos de dois grandes pensadores: Arthur Schopenhauer (1788 -1860) e Friedrich Nietzsche (1844-1900). Para tal, são feitas algumas analogias que exploram tanto diferenças, quanto semelhanças entre os significados da Vontade.  O primeiro esclarecimento

  • O PROBLEMA DOS UNIVERSAIS:

    Por: Juliana Vannucchi e Paulo Pedroso Este texto pretende transmitir as principais ideias de um tema que foi discutido por muitos pensadores ao longo da história da Filosofia. Assim, considerando o fato de que a questão dos universais foi objeto de reflexão das obras de muitos filósofos cujos posicionamentos divergem, iremos transmitir apenas algumas bases

  • O ANJO DE BENJAMIN:

    Por: Pedro Bracciali Walter Benjamin (1892 – 1940) comprou o desenho de um anjo: obra de Paul Klee por transfer de óleo e aquarela em papel. Foi em Munique no ano de 1921, e ele manteve-o consigo até a sua morte, quando então suas posses após o termino da guerra foram passadas para o amigo

  • O SUICÍDIO NAS FILOSOFIAS DE CAMUS E DE SARTRE:

    Por: Juliana Vannucchi e Pedro Bracciali INTRODUÇÃO: O objetivo deste texto é desenvolver argumentos sobre o tema suicídio, a partir das circunstâncias que conduzem o indivíduo a cometê-lo, como fatores externos, em contraponto a decisão autônoma, sendo esta muito discutida na reflexão filosófica. Não se pretende responder o porquê dos atos cometidos de suicídio, mas