• REALIDADE VIRTUAL:

    Por Paulo Pedroso REALIDADE VIRTUAL: Vez ou outra aparece aquela novidade que deixa até mesmo os mais “antenados” meio perdidos e se sentindo ultrapassados, tal como a TV digital, os smartphones, armazenamento em nuvem… Mas isso piora quando um novo aplicativo vira febre e você se pergunta:  qual a diferença deste para os que já

  • SER PROFESSOR: REFLEXÕES:

    Por Paulo Pedroso Ouvi um jornalista dizer: ser professor é um dom, uma vocação e já se nasce professor… Não, não e não… Todo mundo vibra quando alguém de bela retórica faz um lindo discurso falando besteira, mas, caro jornalista, você está ERRADO! Não é dom, não é vocação, ninguém nasce professor! Ah, os pedagogos…

  • HELEN KELLER: REFLEXÕES:

    Por Juliana Vannucchi Helen Keller foi uma das pensadoras mais brilhantes da história da Filosofia. E este mérito não se dá somente pela notável qualidade de seu legado intelectual, mas também, e principalmente, pelas limitadas condições físicas sob as quais ela produziu suas obras, pois Helen era cega, surda e muda, desde os seus dezoito

  • POR QUE FICAM PERSEGUINDO O LULA?

     Por Casagrande “Se os porcos pudessem votar, o homem com o balde de comida seria eleito sempre, não importa quantos porcos ele já tenha abatido no recinto ao lado.” – Orson Scott Card Primeiramente gostaria de destacar que o texto a seguir consiste numa visão pessoal embasada em dados e estatísticas cedidos pelas fontes do

  • VONTADE E RAZÃO:

    por Carmo Graziosi Para o filósofo Sócrates, a moralidade depende do conhecimento. Ele dizia que todos os homens procuram o bem e evitam o mal, e que quando alguém pratica o mal, fá-lo exclusivamente por ignorância. É que, para Sócrates, não é possível que alguém que conheça o bem escolha justamente o mal. Porém, sabemos

  • QUESTÃO DO ENEM (reflexões):

    por Andresa Camargo Nesses dois últimos anos temos visto um crescente número de mulheres aderindo ao feminismo ou até mesmo descobrindo-se feminista, popularizando o movimento e fazendo com que esse assunto acabe saindo do fundo do baú e entre nas rodas de conversas, nas escolas, e até mesmo na internet, onde anda gerando muitos debates

  • A OCUPAÇÃO DAS ESCOLAS PÚBLICAS:

    por Casagrande Primeiro, acho de suma importância postular que não são apenas as escolas que “sofrerão” com a reorganização que estão sendo ocupadas. A Senador Vergueiro, junto com muitas outras que estão fora do alcance do projeto, também estão se “mobilizando” (leia-se: sendo ocupadas e ficando à mercê da vontade dos mandantes das ocupações; mais

  • SERÁ QUE SOMOS LIVRES?

    “O homem é livre; mas ele encontra a lei na sua própria liberdade” – Simone de Beauvoir Você, leitor, se considera uma pessoa livre? Sim, não ou parcialmente? Qual é o limite da liberdade e em que configurações ela se define? Há muito o que se discutir sobre sermos verdadeiramente livres e sobre o sentido

  • CONSTATAÇÕES A RESPEITO DO CENÁRIO DO IMPEACHMENT:

    Se fôssemos comparar as “pedaladas” dadas pelos presidentes anteriores como Lula ou FHC iremos perceber claramente que mesmo ambos também terem cometido o atraso, o mesmo foi de valor consideravelmente inferior ao do governo Dilma, como pode ser visto no gráfico a seguir: grafico pedaladas É importante ressaltar que esse gráfico representa “apenas” a divida

  • LAÇOS AFETIVOS FRACOS OU FORTES:

    por Pedro Bracciali Em tempos pós-modernos o consumo é um imperativo marcante, que orienta a vida das pessoas para uma crescente aquisição de bens, em geral supérfluos, e que as compele para o ritual das compras, mantendo-as subjugadas por uma vontade cúmplice, por assim dizer, das carências ou necessidades humanas, tais como o prazer, o