• COMO É SER UM MORCEGO? – THOMAS NAGEL:

    Por: Juliana Vannucchi Colaboração: Eduardo Faria “What is it to be like a bat?” ou “Como é ser um morcego?” é um artigo publicado por Thomas Nagel em 1974. O texto se tornou um dos principais pontos de referência para os estudos da Filosofia da Mente e está, portanto, diretamente relacionado com o problema “mente

  • O QUARTO DE MARY – FILOSOFIA DA MENTE:

    Por: Juliana Vannucchi Colaboração: Eduardo Faria “Mary’s Room” ou “O Quarto de Mary” é um pensamento filosófico escrito por Frank Jackson em 1982, em seu artigo “Epiphenomenal Qualia”. Abaixo você confere uma adaptação sobre tal reflexão, seguida de complementos, meditações e algumas observações sobre o assunto.  Mary é uma cientista brilhante, que passou toda a

  • NEUROCIRURGIÃO X ASTRONAUTA:

    Por: Juliana Vannucchi Colaboração: Eduardo Faria Quando assisti ao filme “O Mundo de Sofia” (1999) pela primeira vez, um trecho curto, mas cujo diálogo é profundo, me instigou e muito chamou a minha atenção. Abaixo, vou reproduzir tais falas (que também se encontram presentes no livro homônimo no qual foi o longa foi baseado) e

  • FILOSOFIA DA MENTE – INTRODUÇÃO:

    Por: Juliana Vannucchi Colaboração: Eduardo Faria Através desse texto, vamos expor alguns dos principais problemas, linhas teóricas e pensadores que ao longo do tempo moldaram as reflexões que compõe Filosofia da Mente. Esse conteúdo poderá, dessa forma, servir tanto como “portas de entrada” para o assunto em questão, quanto como um norteamento para os leitores

  • DUALISMO CARTESIANO:

    Por: Juliana Vannucchi O Dualismo Cartesiano é um importante conceito da filosofia de René Descartes (1596 –1650) e um dos pilares da Filosofia da Mente. Consiste na crença de que há uma dicotomia entre corpo (do latim, res extensa – “coisa extensa”) e consciência (do latim, res cogitans – “coisa pensante”), pois o corpo, acredita