• QUESTÃO DO TEMPO – Santo Agostinho:

    Por: Juliana Vannucchi (…) por onde caminha o tempo, se não pelo presente? (…) Este texto tem como finalidade apresentar resumidamente alguns dos pontos de maior relevância contidos no livro XI, intitulado Questão do Tempo, da obra “As Confissões” de Santo Agostinho. É fundamental esclarecer que, historicamente o pensador acima mencionado fez parte da Filosofia

  • EMPÉDOCLES:

    Por: Juliana Vannucchi Empédocles (490 a.C. – 430 a.C.) nasceu em Agrigento, no sul da Sicília. Teria sido grande defensor da democracia (2008, p.27), além de notável orador. Algumas fontes afirmam que foi médico e que chegou a escrever um poema sobre Medicina. Conta-se também que realizou milagres. Assim como os outros filósofos pré-socráticos, empenhou-se

  • FILOSOFIA HELENÍSTICA: APONTAMENTOS INTRODUTÓRIOS

    Por: Juliana Vannucchi Para melhor compreender as abordagens da filosofia helenística e a postura dos pensadores da época, é importante contextualizar e compreender também alguns dos principais fatos históricos que acompanharam está fase da Filosofia.  O “helenismo” pode ser definido como o período que se estende desde a morte de Alexandre, O Grande até o

  • A VIDA DE DIÓGENES DE SÍNOPE E OS CONCEITOS MAIS IMPORTANTES DO CINISMO

    Por: Juliana Vannucchi “ridendo castigat mores” (“rindo, criticam os costumes”) – Sátira latina de Lucílio e Horário. O Cinismo foi uma corrente filosófica fundada por Antístines, discípulo de Sócrates. A palavra “cínico” tem sua origem do grego, “Kynicos”, que significa “canino”. Os cínicos eram chamados de cães pelo fato de que Antístenes transmitia seus ensinamentos

  • O PRAZER NA FILOSOFIA DE EPICURO:

    Por: Juliana Vannucchi O pensamento de Epicuro de Samos: EPICURO E A QUESTÃO DO PRAZER: Epicuro de Samos foi um pensador grego do período helenístico (cujo início deu-se no final do século IV a.C.) que nasceu em 341 a.C., na Ilha de Samos. Foi fundador e principal expoente da filosofia epicurista. As bases de seu

  • AS DIFERENTES FONTES SOBRE SÓCRATES:

    Por: Juliana Vannucchi . Um dos principais aspectos mencionados quando se fala em Sócrates, é o fato de que o pensador não deixou nenhum registro escrito. O que hoje se sabe a seu respeito, é o que foi transmitido por alguns testemunhos de sua época, dentre os quais três são as principais fontes, que o

  • DUALISMO CARTESIANO:

    Por: Juliana Vannucchi O Dualismo Cartesiano é um importante conceito da filosofia de René Descartes (1596 –1650) e um dos pilares da Filosofia da Mente. Consiste na crença de que há uma dicotomia entre corpo (do latim, res extensa – “coisa extensa”) e consciência (do latim, res cogitans – “coisa pensante”), pois o corpo, acredita

  • APOLOGIA DE SÓCRATES – XENOFONTE:

    Por: Juliana Vannucchi “Verdadeiro vencedor é aquele que durante toda a vida não cessou de praticar ações úteis ou corretas”. – SÓCRATES. As obras de Xenofonte, ao lado das de Platão e Aristófanes, constituem uma das principais fontes sobre a vida e filosofia de Sócrates, pensador grego de extrema relevância para a Filosofia Ocidental, e

  • TALES DE MILETO: O PAI DA FILOSOFIA

    Por Juliana Vannucchi TALES DE MILETO: TALES DE MILETO: Tales é  considerado o primeiro filósofo ocidental. Nasceu em Mileto no final do século 7 a.C. Não deixou nada escrito, mas seu pensamento foi registrado por alguns autores, tal como o historiador Diógenes Laércio e o filósofo Aristóteles. Fez importantes estudos e constatações matemáticas. Algumas fontes

  • FRANCIS BACON: A FORMIGA, A ARANHA E A ABELHA:

    Por: Juliana Vannucchi Francis Bacon (1561-1626) foi um importante filósofo inglês e seu filosofia influenciou notavelmente o surgimento da ciência moderna. Dentre todas suas obras, o livro de maior destaque, chama-se Novum Organun, que foi publicado em 1620. Em uma parte desta obra, o pensador expõe uma reflexão sobre os filósofos, dividindo-os em três categorias: