INTRODUÇÃO AOS PRÉ-SOCRÁTICOS:

By Acervo Filosófico

Por: Pedro Braccia e Juliana Vannucchi

INTRODUÇÃO AOS PRÉ-SOCRÁTICOS:

Pré-socráticos são os filósofos que viveram no século 6º e 5º a.C., na Grécia antiga, cujo pensamento caracteriza-se pela preocupação em entender as causas e princípio do mundo e do fenômeno natural, inaugurando o que hoje conhecemos como Filosofia da Natureza.

O termo “pré-socráticos” foi concebido a partir do século XVIII para marcar o que caracteriza a filosofia a partir de Sócrates direcionada ao homem e os seus problemas morais, em distinção a preocupação dos pré-socráticos com investigações da física e cosmologia. Embora o campo de pesquisas desses primeiros pensadores seja muito amplo, eles de fato não eram somente “físicos”, mas atuavam em áreas que hoje chamamos de física, química, astronomia, bem como teologia, metafísica, epistemologia e ética. O termo, por a isso, não parece ajustado, além de que alguns filósofos do grupo dos pré-socráticos não eram a rigor anteriores a Sócrates, mas contemporâneos a ele.

Esses primeiros filósofos escreveram pouco e o que produziram perdeu-se na totalidade – não se sabe também o quanto de seus estudos foram registrados na ocasião em que foram produzidos. O que eles escreveram, portanto, se preservou por conta de citação de outros autores durante um período que vai do século IV a.C. ao VI d.C., que pode ser um poema, oração ou um verso, de forma completa ou apenas trechos, pedaços de frases.

Tales de Mileto é considerado o primeiro filósofo do mundo ocidental.

Por vezes, um escrito pré-socrático é citado por diversos autores posteriores, com variações na escrita. Acrescenta-se a isso, uma dificuldade, pois os escritos antigos eram feitos em papiro, cujo material se decompõe em ambientes em que o ar seco do deserto preserva. Dependendo das condições ambientais, cópias de restauração do material escrito deveriam ser feitas, periodicamente, a cada 60 anos – o que gerou muitos problemas e erros de compilação.

No início do século XX, Hermann Diels (1848 – 1922), reuniu os documentos antigos que na época eram conhecidos e que se referiam à vida e à doutrina dos pré-socráticos ou que continham alguma citação sobre eles, e publicou na obra “Os Fragmentos dos Pré-Socráticos”, que se tornou referência para trabalhos de interpretação crítica.

O trabalho de Hermann Diels, revisado posteriormente por Walther Kranz (1884 – 1960), para efeito de citação padronizada dos filósofos pré-socrático, recebeu a sigla “DK”, e cada pensador é assinalado por um número de capítulo, por exemplo, Parmênides é identificado por DK28, Heráclito DK22. Informações sobre o fragmento são referenciados da seguinte forma: relatos de autores antigos acerca da vida e do pensamento do pré-socrático, chamados de “testemunhos” são identificados pela letra (A) e numerados sequencialmente. Ou, quando se tratar da citação do pré-socrático, são identificados pela letra (B) e numerados sequencialmente. Quando se tratar de uma citação duvidosa de sua autoria, recebem a identificação (C) e numerados sequencialmente. Cada peça identificada recebe uma identificação única, por exemplo: DK28B2.3, identifica a linha 3 do fragmento 2 de Parmênides. DK22A1, identifica o testemunho 1 sobre Heráclito.

O Acervo Filosófico pretende dedicar um espaço determinado neste site para uma divulgação breve sobre a vida e obras dos filósofos pré-socráticos, assim relacionados:

* Anaxágoras

* Anaximandro

* Anaxímenes

* Antifonte

* Demócrito

* Diógenes

* Empédocles

* Filolau

* Geórgia

* Heráclito

* Hípias

* Leucipo

* Melisso

* Parmênides

* Pitágoras

* Pródico

* Protágoras

* Tales

* Xenófanes

* Zenão

FONTES (século I à VI):

Abaixo, escritores dos primeiros seis séculos que citaram os pré-socráticos e que, ainda hoje, são algumas das principais fontes sobre os mesmos:

Século I:

Heráclito Homérico e Plutarco.

Século II:

Máximo de Tiro, Orígenes, Sexto Empírico, Marco Aurélio.

Século III:

Clemente de Alexandria, Diógenes Laércio, Eusébio, Hipólito, Porfírio, Proclo.

Século IV:

Iâmbico.

Século V:

Estobeu, Boécio.

Século VI:

Simplício, Fillopono.

MAPA (Grécia Antiga):

Abaixo, mapa ilustrativo da Grécia Antiga, com indicações dos locais em que viviam os primeiros filósofos do mundo ocidental.

Filosofia-Pré-Socrática - Texto Introdutória sobre a filosofia pré-socrática.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO! COMPARTILHE CONOSCO SUAS REFLEXÕES, SUGESTÕES, DÚVIDAS, OPINIÕES E CONHECIMENTOS.

Related articles

Leave a Reply