• AS FENDAS MÍSTICAS DAS OBRAS DE WILLIAM BLAKE:

    Por: Juliana Vannucchi Foi por intermédio de Jim Morrison, vocalista do The Doors, que conheci William Blake, notável artista inglês do século XIX. Eu li duas biografias sobre o líder do Doors e em ambas, ainda que de maneira distinta, Blake, encontrava-se presente como uma das grandes influências do músico, afinal, foi justamente uma passagem

  • A ARTE PRIMITIVA:

    Por: Rosângela Vig Desde os primórdios, a Arte tem sido um instrumento para o ser humano demonstrar suas reflexões sobre o mundo e levar a contemporâneos e a períodos posteriores, sua forma de pensar. O anseio de imitar os modelos da natureza, vistos como perfeitos, deram autonomia ao gênio criador que tem proporcionado, ao longo

  • A ARTE É UMA FORMA DE LINGUAGEM?

    Por Juliana Vannucchi A ARTE É UMA FORMA DE LINGUAGEM? Introdução: Este texto pretende analisar e comparar dois elementos: a arte e a linguagem. Seguindo este referido ponto de partida, busca-se compreender reflexivamente se existe algum tipo de relação entre ambos, para que então seja possível concluir se a arte é ou não uma forma

  • A ARTE INCOMPREENDIDA:

    Rosângela Vig A Arte, na tentativa de traduzir os códigos da realidade, vem, ao longo dos séculos, modificando suas feições, o modo como o artista descreve a natureza e o mundo em que vive. Desde os gregos, os artistas procuravam aproximar seus modelos da realidade, considerando este o ideal de perfeição estética. Se esse modelo

  • INTRODUÇÃO À TEORIA ESTÉTICA DE OSCAR WILDE:

    Por: Juliana Vannucchi Oscar Wilde foi uma das figuras mais incríveis das quais temos conhecimento. Sua genialidade literária era notavelmente original, e seus enredos mesclavam críticas sociais com doses de sarcasmo, sendo tais aspectos preenchidos com uma imensa maestria filosófica. Porém, na época em que produziu suas obras, foi incompreendido pela maior parte da sociedade,