• O CONCEITO DE MEMÓRIA NA FILOSOFIA DE AGOSTINHO:

    Por: Juliana Vannucchi “É grande esta força da memória.” – Santo Agostinho Este texto visa apresentar algumas reflexões feitas por Santo Agostinho em relação à memória, e baseia-se especialmente no Livro X da obra Confissões, ao longo do qual o filósofo apresenta vários tópicos, tal como a reminiscência, o esquecimento, a felicidade, a lembrança dos

  • DE BEATA VITA – SANTO AGOSTINHO:

    Por: Juliana Vannucchi “De beata vita” ou “Sobre a Vida Feliz” é um diálogo escrito por Santo Agostinho, no qual o filósofo dedica-se a refletir acerca da felicidade. Abaixo, disponibilizo algumas observações e resumos de alguns dos aspectos do texto que considero como sendo os de maior relevância.  Inicio minhas pontuações a partir do Capítulo

  • O PROBLEMA DO MAL – Santo Agostinho:

    Por: Juliana Vannucchi A “Questão do Mal” ou “Problema do Mal” é um tema amplamente discutido na história da Filosofia, especialmente na Filosofia da Religião, e que foi abordado por inúmeros pensadores ao longo da história, principalmente durante a Idade Média, período que, na Filosofia, caracterizou-se (entre outros aspectos) por uma tentativa de conciliar fé

  • QUESTÃO DO TEMPO – Santo Agostinho:

    Por: Juliana Vannucchi (…) por onde caminha o tempo, se não pelo presente? (…) Este texto tem como finalidade apresentar resumidamente alguns dos pontos de maior relevância contidos no livro XI, intitulado Questão do Tempo, da obra “As Confissões” de Santo Agostinho. É fundamental esclarecer que, historicamente o pensador acima mencionado fez parte da Filosofia