• ENTREVISTA – Luan Corrêa da Silva:

    Por: Juliana Vannucchi “Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, do que sonha a tua filosofia.” – Shakespeare, Hamlet. Luan Corrêa da Silva é Doutor em Filosofia pela UFSC, atualmente é Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UECE e Pós-doutorando PNPD/CAPES. 1. Luan, recentemente você participou do “VIII Colóquio Internacional

  • SOBRE A VONTADE:

    Por: Juliana Vannucchi O pensamento de Arthur Schopenhauer parte de dois princípios básicos fundamentais: Vontade e representação. Assim, para melhor compreender qualquer aspecto de sua vasta e rica filosofia, é relevante que esses dois pilares sejam devidamente compreendidos, uma vez que, de alguma forma, tais elementos estão sempre presentes nas obras do filósofo. Schopenhauer parte

  • SOBRE A REPRESENTAÇÃO:

    Por: Juliana Vannucchi Schopenhauer admite o mundo em que vivemos como uma representação, portanto, não sendo a coisa-em-si, mas sim um fenômeno, um “espelho” de sua essência primeira. Conforme Safranski comenta (2012, p. 384): “O mundo é apenas representação que faço dele. A atividade representativa abrange ambos os polos, tanto o sujeito como o objetivo”. Nada

  • A MANIFESTAÇÃO DA VONTADE NA FISIOLOGIA VEGETAL:

    Por: Juliana Vannucchi Um dos pilares da filosofia de Arthur Schopenhauer é ao conceito de Vontade que, resumidamente, pode ser compreendida como o princípio metafísico irracional e eterno, a “coisa em si” que se encontra, de maneiras distintas, presente em todos os elementos da natureza (tanto dos orgânicos quanto dos inorgânicos), através dos quais se