• INDÚSTRIA CULTURAL – O ESCLARECIMENTO COMO MISTIFICAÇÃO DAS MASSAS

    Por: Juliana Vannucchi Este texto consiste em um resumo composto por comentários sobre o “Indústria Cultural – O Esclarecimento Como Mistificação das Massas”, capítulo da obra Dialética do Esclarecimento, escrita em 1947 por Theodor Adorno e Max Horkheimer, membros da Escola de Frankfurt.  Inicialmente, postula o texto uma definição para os seguintes setores culturais: cinema,

  • PELA TOCA DO COELHO:

    Por: Juliana Vannucchi (…) “É um vegetal. Não parece, mas é.” A Duquesa responde: a moral disso é “seja o que você parece ser“. (p. 73). Alice No País Das Maravilhas – Uma possível leitura filosófica da obra: Alice No País Das Maravilhas (1865) é um livro constantemente reinterpretado e analisado. Não há, portanto, nenhuma

  • 5 FILóSOFOS QUE ACREDITAVAM EM DEUS

     Por Juliana Vannucchi e Pedro Bracciali 5 FILóSOFOS QUE ACREDITAVAM EM DEUS Muitas pessoas, tendem, precipitadamente, a associar a Filosofia diretamente com o Ateísmo. Porém, ao longo da história, um considerável número de pensadores pareceu demonstrar que acreditava em Deus. Durante a Idade Média, a Filosofia praticamente misturou-se com a fé e, portanto, muitos foram

  • O QUE É O TEMPO?

    Por: Juliana Vannucchi “Se você tentar agarrar o tempo com as mãos, ele estará sempre deslizando por entre seus dedos” – Julian Barbour, físico britânico e autor de “O fim Do Tempo: A Próxima Revolução Na Física”. AFINAL, O QUE É O TEMPO? Este texto busca explorar questões reflexivas acerca do tempo. Este tema foi

  • REALIDADE VIRTUAL:

    Por Juliana Vannucchi Recentemente tive a oportunidade de experimentar óculos de realidade virtual. Ocorreu numa ilha de shopping, especializada em oferecer tal interatividade aos visitantes do local. Já faz certo tempo que escuto comentários a respeito disso, e com certa frequência deparo-me com discussões e informações a esse respeito. Posso assegurar que, apesar de ter

  • A NÁUSEA – JEAN-PAUL SARTRE:

    Por Pedro Bracciali A NÁUSEA – JEAN-PAUL SARTRE: Sábado, uns garotos estavam a atirar pedrinhas ao mar para as fazer saltar de ricochete, e pretendi atirar uma como eles. Nesse momento detive-me, deixei cair a pedra e fui-me embora. … Havia qualquer coisa que vi e que me repugnou, mas já não sei se estava

  • REALIDADE VIRTUAL:

    Por Paulo Pedroso REALIDADE VIRTUAL: Vez ou outra aparece aquela novidade que deixa até mesmo os mais “antenados” meio perdidos e se sentindo ultrapassados, tal como a TV digital, os smartphones, armazenamento em nuvem… Mas isso piora quando um novo aplicativo vira febre e você se pergunta:  qual a diferença deste para os que já

  • HELEN KELLER: REFLEXÕES:

    Por Juliana Vannucchi Helen Keller foi uma das pensadoras mais brilhantes da história da Filosofia. E este mérito não se dá somente pela notável qualidade de seu legado intelectual, mas também, e principalmente, pelas limitadas condições físicas sob as quais ela produziu suas obras, pois Helen era cega, surda e muda, desde os seus dezoito

  • LAÇOS AFETIVOS FRACOS OU FORTES:

    Por: Pedro Bracciali Em tempos pós-modernos o consumo é um imperativo marcante, que orienta a vida das pessoas para uma crescente aquisição de bens, em geral supérfluos, e que as compele para o ritual das compras, mantendo-as subjugadas por uma vontade cúmplice, por assim dizer, das carências ou necessidades humanas, tais como o prazer, o