• EMPÉDOCLES:

    Por: Juliana Vannucchi Empédocles (490 a.C. – 430 a.C.) nasceu em Agrigento, no sul da Sicília. Teria sido grande defensor da democracia (2008, p.27), além de notável orador. Algumas fontes afirmam que foi médico e que chegou a escrever um poema sobre Medicina. Conta-se também que realizou milagres. Assim como os outros filósofos pré-socráticos, empenhou-se

  • FILOSOFIA HELENÍSTICA – Introdução:

    Por: Juliana Vannucchi Para melhor compreender as abordagens da filosofia helenística e a postura dos pensadores da época, é importante contextualizar e compreender também alguns dos principais fatos históricos que acompanharam está fase da Filosofia.  O “helenismo” pode ser definido como o período que se estende desde a morte de Alexandre, O Grande até o

  • DIÓGENES DE SÍNOPE E O CINISMO:

    Por: Juliana Vannucchi “ridendo castigant mores” (“rindo, criticam os costumes”) – Sátira latina de Lucílio e Horário. O Cinismo foi uma corrente filosófica fundada por Antístines, discípulo de Sócrates. A palavra “cínico” tem sua origem do grego, “Kynicos”, que significa “canino”. Os cínicos eram chamados de cães pelo fato de que Antístenes transmitia seus ensinamentos

  • O PRAZER NA FILOSOFIA DE EPICURO:

    Por: Juliana Vannucchi O pensamento de Epicuro de Samos: EPICURO E A QUESTÃO DO PRAZER: Epicuro de Samos foi um pensador grego do período helenístico (cujo início deu-se no final do século IV a.C.) que nasceu em 341 a.C., na Ilha de Samos. Foi fundador e principal expoente da filosofia epicurista. As bases de seu

  • AS DIFERENTES FONTES SOBRE SÓCRATES:

    Por: Juliana Vannucchi . Um dos principais aspectos mencionados quando se fala em Sócrates, é o fato de que o pensador não deixou nenhum registro escrito. O que hoje se sabe a seu respeito, é o que foi transmitido por alguns testemunhos de sua época, dentre os quais três são as principais fontes, que o

  • DUALISMO CARTESIANO:

    Por: Juliana Vannucchi O Dualismo Cartesiano é um importante conceito da filosofia de René Descartes (1596 –1650) e um dos pilares da Filosofia da Mente. Consiste na crença de que há uma dicotomia entre corpo (do latim, res extensa – “coisa extensa”) e consciência (do latim, res cogitans – “coisa pensante”), pois o corpo, acredita

  • APOLOGIA DE SÓCRATES – XENOFONTE:

    Por: Juliana Vannucchi “Verdadeiro vencedor é aquele que durante toda a vida não cessou de praticar ações úteis ou corretas”. – SÓCRATES. As obras de Xenofonte, ao lado das de Platão e Aristófanes, constituem uma das principais fontes sobre a vida e filosofia de Sócrates, pensador grego de extrema relevância para a Filosofia Ocidental, e

  • TALES DE MILETO:

    Por Juliana Vannucchi TALES DE MILETO: TALES DE MILETO: Tales é  considerado o primeiro filósofo ocidental. Nasceu em Mileto no final do século 7 a.C. Não deixou nada escrito, mas seu pensamento foi registrado por alguns autores, tal como o historiador Diógenes Laércio e o filósofo Aristóteles. Fez importantes estudos e constatações matemáticas. Algumas fontes

  • FRANCIS BACON: A FORMIGA, A ARANHA E A ABELHA:

    Por: Juliana Vannucchi Francis Bacon (1561-1626) foi um importante filósofo inglês e seu filosofia influenciou notavelmente o surgimento da ciência moderna. Dentre todas suas obras, o livro de maior destaque, chama-se Novum Organun, que foi publicado em 1620. Em uma parte desta obra, o pensador expõe uma reflexão sobre os filósofos, dividindo-os em três categorias:

  • PARMÊNIDES DE ELEIA:

    Por Pedro Bracciali Parmênides foi um filósofo grego de Eleia, antiga colônia grega estabelecida na costa mediterrânea da Itália, cujas ruínas encontram-se ao sul de Salerno. Estima-se que ele tenha vivido por volta dos anos 515 a 445 a. C. se for correta a descrição ficcional de Platão (1), no diálogo ‘Parmênides’, de que ele