• ROMANCE FILOSÓFICO: SCHOPENHAUER NO BRASIL (PARTE II)

    Por: Antonio Alves 2- Irritabilidade, perseguição e uma lembrança sobre o velho Pitágoras  “Não bastava ter voltado num cão, tinha de ter voltado no Brasil?”. Foi o primeiro pensamento que me assolou depois que acordei do desmaio. Não era fácil de crer que era o próprio filósofo. Não, talvez não o filósofo, mas uma energia

  • O PESSIMISMO DE SCHOPENHAUER:

    Por: Juliana Vannucchi “VIVER É SOFRER”: Partindo da premissa de que o ser humano é essencialmente Vontade (princípio metafísico da natureza que tange a existência e desencadeia uma série de desejos no homem) e de que o mundo que o cerca consiste mera e unicamente em representação desta Vontade não deliberada, não passando assim, de